sexta-feira, 15 de julho de 2011

Quem você é para você?






Se sair bem nas situações, ter jogo de cintura, driblar o medo de errar e muitas vezes ser corajoso para arriscar, não é tarefa tão simples quanto parece. E cá pra nós, ter insegurança, nem que seja um pouquinho, todo mundo tem. Acreditar em si mesmo pode soar clichê na teoria, mas na prática é essencial. E bem válido.

Acho que temos que ter controle à respeito do que pensamos e parar de fazer uma imagem errada sobre nosso eu. Sem contar que, a mente adora contar umas mentirinhas para tentar nos diminuir e nos convencer de que somos fracos, sem importância, que somos isso, que somos aquilo. Afinal de contas, o negativismo só precisa de uma brechinha para entrar, se instalar e tomar conta de tudo. Resultado: você se torna uma pessoa amarga, vazia, sem brilho, sem vida.

O dia-a-dia é suado, as situações e os pensamentos que te põe para baixo costumam dá um jeitinho de aparecer. Aliás, a-vida-não-é-bela-o-tempo-todo e sempre tem uma coisinha aqui ou ali incomodando. Mas a questão é: quem você é para você.

Quando a autoestima não vai tão bem, o vento, o mundo e todo o resto parece que conspira contra. E esperamos que o 'outro' faça aquilo que não fazemos por nós. Tá errado. Erradíssimo. A verdade é que temos uma forte tendência a nos valorizarmos para as pessoas ao invés de para nós mesmos. Nos importamos tanto com o que vão pensar ao nosso respeito, que acabamos abrindo mão daquilo que a gente acredita para poder agradar aos outros. Ilusão. Hora ou outra quebramos a cara e a decepção resolve dá aquele olá. É assim ou não é?

Pessoas são falhas, complicadas e nada perfeitas. E elas devem ser a soma e não nosso complemento. Felicidade, escolhas, motivações e principalmente, amor-próprio é da responsabilidade de cada um e ponto.
Não confunda, não estou falando em egocentrismo, autosuficiencia, e nem tampouco de egoísmo. Acho feio gente que só enxerga o próprio umbigo. Não é bem assim. Quero dizer que, suas vontades, seus sentimentos e o seu querer é importante. E precisa ser levado em consideração. 

Então não se proíba, se permita. Não se cobre tanto, pare de pegar no seu pé e faça o que tem vontade. Faça também as pazes com você. Olhe-se no espelho com olhos de amor. Se admire. Goste de ser quem você é, e do jeito que é. Se baste. Ame-se por dentro, por fora e por todos os ângulos. Se queira bem. Não existe nada mais prazeroso do que estar bem com você mesmo. Se aceite, se valorize. Se perceba, seja incrível por você e para você. Pode apostar, muita coisa vai mudar. Supere-se, surpreenda-se. E você vai adorar isso.

Não sou a sabe-tudo-da-história e nem levo uma vida apenas de sorrisos. Às vezes a autoestima dá tchau e desce pelo ralo. Acontece. Tenho os meus dias-deprê como todo mundo tem. Uma hora chove, outra hora faz sol. E assim vai.  Mas como hoje, há dias que resolvo acordar e me amar, sendo feliz bem do jeito que sou: cheia de qualidades e defeitos, normal e imperfeita. Mas inteira.



Karine Melo.

15 comentários:

  1. Nossa como fiquei esperando esses textos que simplismente me retratam heeein...

    Parabéns querida,devorei cada palavra, amei *--*

    Perfeito!
    ;)
    Beijo :**

    ResponderExcluir
  2. Olá e ai como vai?
    adorei o post >.<
    Estava com saudades :)

    Beijos e tudo de bom
    ................
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  3. Menina seu texto é lindo e verdadeiro. Parabéns.
    Beijokas doces e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  4. O Menina Apenas chegou aos 300 seguidores, e você faz parte dele, faz parte da minha história.

    Indiquei um selo, pelos 300 seguidores, nesta página http://meninaapenas.blogspot.com/2011/07/entao-eu-dedico.html
    convido você a ir buscá-lo.

    Obrigada por andar comigoo!
    Beijos meus'
    LillyM.

    ResponderExcluir
  5. a gente faz isso sim, muitas vezes deixa de fazer o que quer com medo de magoar, querendo agradar, mas isso nunca fez a felicidade de ninguém!

    ResponderExcluir
  6. Tenho um desafio pra você!
    http://amabilemartinelli.blogspot.com/2011/07/desafio.html

    ResponderExcluir
  7. Uma ótima crónica!
    Gostei imenso, pois, o meu último post foi exatamente sobre isso ;)


    Atenciosamente,
    Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Os melhores textos são aqueles que leem a gente. Adorei seu post. Nossos defeitos são essenciais, moldam nossa personalidade, nos tornam únicos e insubtituíveis. Bjs da Joii.

    ResponderExcluir
  9. .


    Mas se for um começo, já é alguma
    coisa.

    silvioafonso



    Tenho no alto, do lado esquerdo
    do peito, digo, do meu blog um
    selinho para você, com amor.


    .

    ResponderExcluir
  10. Acho que nunca me amei por completa e acredito que esse seja o meu maior defeito.
    Mas nunca é tarde para recomeçar e para rever os nossos valores, certo?
    Muito bom seu texto! Deu até um UP aqui nesse coração!

    Um beijo na alma e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  11. Karine, amada,


    O Blog da Michele mudou de nome e caminho. Com pseudônimo agora:

    Michele Santti
    http://michelesantti.blogspot.com/

    Igualmente o Twitter
    @MicheleSantti

    FaceBook
    facebook.com/michele.santti

    e E-mail
    michelesantti@gmail.com

    ResponderExcluir
  12. Ah, como eu queria saber responder à sua pergunta.
    Talvez eu não seja nada, nem mesmo para mim. Mas quem pode saber, não é?
    Bem, passei para convidar você a visitar meu blog, bem mais modesto, mas que tem tudo de mim.
    Espero que você passe por lá.
    Beijos,
    Ana Pontes

    http://asoleneanapontes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto... Como sempre bom :D
    Reativei meu blog, praticamente reformei tudo...
    Dá uma passada lá, e diz o que acha!

    http://lucasalmeida-f.blogspot.com/

    ResponderExcluir