sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Coração, razão... Hãn?




Meu coração tem asas, viaja, voa, voa, voa. Mas não se esqueça da razão. Sim, ela mesma, ela anda a pé, e descalça. Gosto das coisas limpas, bem resolvidas e esclarecidas. Branco no preto e preto no branco. Não é fácil, por mais que eu tente, me esforce, tem coisas que realmente emperram. E pior, não depende só de mim. E sabe o que me deixa bastante irritada? Não sei ficar com nada engasgado, nada entalado. Porque as palavras gritam, esperneiam, me sufocam. Eu preciso soltá-las, desamarrá-las, deixá-las livres. De alguma forma, eu preciso falar. Ainda bem que escrever alivia. Então vamos lá para mais tec-tec no teclado.

Não aponte o dedo para mim e nem muito menos atire pedras. Chegue perto, fale, ouça, preste atenção, me entenda, se possível, me compreenda. Mas por favor, não me julgue. Quem consegue o que quer na base da arrogância? Me diz? Quem? Comigo não. Nem vem.
Ódio e rancor nunca foram desculpa para não enfrentar o tal olho-no-olho, e o perdão existe para quem sabe perdoar. E se ainda não aprendeu, descubra, aprenda, perdoe. Do contrário, você estará adiando felicidade, e, quem sabe, quando você se der conta disso possa ser tarde demais. Orgulho está fora de moda e tem sinônimo de imaturidade. Não leva ninguém à lugar nenhum. Só à perda, e só. Você só se afunda cada vez mais no poço escuro e sombrio. Eu não sou perfeita, nunca serei, e ninguém será. Nem mesmo você.

Se uma coisa é importante para ti, não desvalorize, nem ignore. O coração é um músculo, se não exercitá-lo, ele enfraquece, atrofia, para. Comigo é assim, sempre foi, sempre será. Nunca pense que todo sentimento forte e bonito é intacto. Se ele não recebe o que precisa, ploft! Não há garantias. Ele se modifica, se transforma. De um jeito ou de outro. Então, não arrisque.

Não jogue comigo, não brinque, não me desafie, não me rotule. Não há uma definição certa para mim, mas tenho uma alma que não cala, não dorme. Comigo, silêncio e indiferença fazem efeito contrário. Sim, machuca, dói. Mas entenda, e acredite: um dia a dor deixa de doer e simplesmente se vai. Evapora. Então, não demore, meu coração pode ser sensível, bobo, e mole. Mas existe a razão, e a minha tá ficando mais falante, mais esperta. Atrevida.

Bem, vou deixar de blá-blá-blá e recorrer a ele:

– Garçom, me traga uma dose de amnésia e duas de desapego, por favor?

– Vai uma de amor também, moça?

– Não, não, obrigada. Só as que eu tô precisando mesmo!
 
 
 
 
Karine Melo.

36 comentários:

  1. Adorei !!!!

    Bom demais , ...
    Perfeito !

    BjO.

    ResponderExcluir
  2. Olá, muito lindo! O amor baseado na razão é mais seguro, e é o coração quem da o aval a razão rss abraços

    ResponderExcluir
  3. Já é de tempos que as pessoas praticam essas bobagens ligadas ao orgulho, à infantilidade... Parecem não perceber que isso as atinge diretamente e a outras pessoas também. Pobres almas...

    Belo 'desabafo', moça.

    ResponderExcluir
  4. Adoreei!!
    "Se uma coisa é importante para ti, não desvalorize, nem ignore. O coração é um músculo, se não exercitá-lo, ele enfraquece, atrofia, para."
    Esse trecho em especial!!
    Belíssimo texto!
    Beeijos =)

    ResponderExcluir
  5. Quando as nossas decisões prejudicam só a nós é menos prejudicial. Ruím é que na maioria das vezes abrange outra pessoa. Que sofre nosso orgulho e demais consequências que ele trás. A dose de desapego, eu tbm aceito, vou brindar contigo. Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. "acredite: um dia a dor deixa de doer e simplesmente se vai. Evapora."

    Exatamente oq eu queria flr pra ele , posso postar essa frase tua no meu blog?! Amo aqui, bjs Karine.*

    ResponderExcluir
  7. ''Mas não se esqueça da razão. Sim, ela mesma, ela anda a pé, e descalça''

    Quero mais é poesia, pois a razão só serve para fazer conta...Se fosse pelo menos um faz de conta de criança... rsrs

    Lindo texto, bem expressivo, como sempre cada vez mais surpreendente tuas palavras.

    Beijos Karine linda.

    ResponderExcluir
  8. "Nunca pense que todo sentimento forte e bonito é intacto. Se ele não recebe o que precisa, ploft!"

    É isso mesmo. Há coisas (como o amor) que precisam ser tratadas, cuidadas constantemente...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  9. "Nunca pense que todo sentimento forte e bonito é intacto. Se ele não recebe o que precisa, ploft!"

    Que perfeito, Karine. Me vi tanto nesse texto.. Tudo lindo! ;*

    ResponderExcluir
  10. seus textos cheios de verdade! adoro-os e concordo com todas as suas linhas!
    "O coração é um músculo, se não exercitá-lo, ele enfraquece, atrofia, para. " certamente Karine, muito bom o seu tec-tec no teclado. :) beijos

    ResponderExcluir
  11. demais, simplismente fantastico, concordo duas vezes! hahahah *-*

    ResponderExcluir
  12. E quem vencerá este combate? Só sei de uma coisa, o coração tem tanto poder e um dos maiores: aniquilar a razão. Que a vitória seja sempre da felicidade!

    Lindo texto, bem amadurecido!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Uma das piores coisas na vida do ser humano é quando ele é absorvido pelo marasmo e o que é pior, não se dá conta disso. Passa anos trabalhando no mesmo lugar e reclamando, anos com a mesma pessoa e convivendo, anos com a mesma "robotomia" e absorvendo, anos com a mesma existência e morrendo...
    Devia ter aceito a dose do amor garotinha, ele sempre cabe! Nunca mais despreze ele.

    O Forasteiro.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Temos que dialogar como o nosso coração, pra alguns existe este tabu, achamos que somos mais fortes que ele. Falta transparencia, comunicação para que o oxigênio leve o sentimento de segurança diante deste motor constante.
    Auto suficiencia foge a razao!

    BJOS)))))))

    ResponderExcluir
  16. Oi Karine....

    Que texto interessante!!!!!

    Faz a gente refletir....

    Vou começar a fazer este pedido ao garçom.....gostei da dica....rs...

    Amei !!!!!!

    Bjos linda escritora!

    Zil

    ResponderExcluir
  17. Caramba...arrasou nesse texto,e a melhor dose pra se pedir é uma que não nos deixe desistir de viver.

    Bjos

    ResponderExcluir
  18. olha só, eu perdoei, mas não esqueci, sabe como é?
    fica tudo ali, o passado é estatico, e quase sempre algo nos remete a ele.
    é por isso que não consigo ser toltamente feliz, ai como eu queria saber esquecer...
    beijo!

    ResponderExcluir
  19. Será que esse garçom pode me arrumar uma dose de desapego também?

    ResponderExcluir
  20. ...ardiendo
    estíos
    de pasión.


    TE SIGO :

    BELIEVE CORACAO
    KARINE


    con todo
    mi corazón
    desde :


    HORAS ROTAS


    prendidas
    ahora
    para compartir
    ya contigo .



    Saludos con afecto :



    j.r.s.

    ResponderExcluir
  21. tenho um selo para ti no meu blog ( :

    ResponderExcluir
  22. Sempre o amor é comparado a multiplas coisas
    Hj relacionado com o que vc escreveu eu o comparo a uma planta .
    Muita gente coloca a semente e espera crescer, mas esquece de cuidar ...
    Todo sentimento para que se fortaleça deve ser cuidado , moldado para toda e qualquer tipo de adversidade ....
    Mas muita gente deixa a plantinha morrer ...
    Dai vc tem que tomar aquela dose que vc precisa!
    um abraço , adoro o que vc escreve !

    ResponderExcluir
  23. "acredite: um dia a dor deixa de doer e simplesmente se vai"

    é o que mais esperamos ...

    http://inskyscraper.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Gostei desse diálogo, tomei umas doses dessa e axo q me embriaguei.

    www.vanessamonique.blogspot.com
    @vanimonique
    :*

    ResponderExcluir
  25. Gostei do texto. Me fez refletir muito.

    *eu* -Garçom, traga o mesmo da moça pra mim, por favor!

    Bom domingo!
    :3

    ResponderExcluir
  26. O ponto de equilíbrio entre a razão e o coração: algo que só se atinge com o tempo e a vivência. Tem um selo pra vc aqui:

    http://blogdomacagnan.blogspot.com/2010/09/de-volta-e-com-o-seu-chico.html

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  27. gostei do seu post.
    e do seu blog.
    boa semana.

    ResponderExcluir
  28. O amor pinta o quadro que tem por tema o sentido da vida.

    Amei este espaço e já estou seguindo.

    BJss

    Hubner Braz
    hubnerbraz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Precisa indicar o endereço desse bar citado no final...

    ResponderExcluir
  30. Menina, você dá um show escrevendo!
    PARABÉNS!!!

    Beijos linda.

    ResponderExcluir
  31. Karine, você realmente está comprando um terreno no jardim das escritoras.
    Isso está delicioso.

    ResponderExcluir
  32. eeeeeeeu quero essa dose também, kkk

    Kaka, vc é uma fofa, escreve divinamenteeee beeeeem.

    saudades de vc!!

    Amanhã é meu niver quero vc na minha festinha de blog

    bjs

    ResponderExcluir
  33. Nossa Karine,
    Você escreve muito bem.
    Me indentifico com seus textos.

    Beijão

    ResponderExcluir