sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Do sentir.







Olha ao redor, para todos os lados,
em todas as direções.
Não sabia o que pensar, não sabia o que fazer.
E nem para onde ir.
Mas sabia o que sentia.
Sabia, sabia...
Fechava os olhos, e respirava fundo.
Quietinha, sem perceber,
suspirava...
Como quem guarda um perfume.
Um sorriso,
Um segredo.







karine Melo.

19 comentários:

  1. Saber que sente, importante isso, e depois procurar a sensação através da intuição, reconhecer o objeto e lhe dar a forma que se equivale internamente, natural rs abraços

    ResponderExcluir
  2. sentir-se perdida...sem ter para onde ir, o que pensar - triste.

    tem um desafio pra vc lá no blog.
    beijo!

    ResponderExcluir
  3. Amei a simplicidade do texto!
    - Parabéns :D

    ResponderExcluir
  4. sempre procuramos as respostas lá fora.
    mas está tudo aqui, dentro de nós, do nosso sentir.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que lindo. Mas as vezes o melhor é ficar quietinha mesmo pra poder sentir cada movimento dos sentimentos.

    bjs lindona!

    ResponderExcluir
  6. Esse texto serve direitinho para mim. Adorei. O seu blog continua lindo. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  7. Simples,lindo e perfeito!

    Adorei!

    Bjinhos

    Nina

    ResponderExcluir
  8. palavras meigas, sem as suas. beijos

    ResponderExcluir
  9. simples e meigo.. adoreii suas palavras .
    :*unbeijo

    ResponderExcluir
  10. Que lindo!!!
    Um final de semana digno de ti, queri.
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Oi Karine...

    Amei seu poema!!!!

    Tem uma ternura tão grande que dá vontade de sentir...sentir e sentir...

    bjos menina querida!!!

    Zil

    ResponderExcluir
  12. Que meigooo!
    "Mas sabia que sentiaa"...e como é bom sentir essa inquietude dos apaixonados!

    beijos;)

    ResponderExcluir
  13. Sabia que sentia uma sensação de lírios, borboletas, e riso. Eu já me senti, exatamente assim.
    Boa noite querida.

    ResponderExcluir
  14. Já eu acho que o mais difícil, entre todos, é saber o que se sente. Mesmo quando pensamos ter certeza, acabamos nos confundindo no final.
    Adorei o verso.

    =*

    ResponderExcluir
  15. Às vezes sentimos cá dentro uma energia forte, boa, mas a qual não sabemos enquadrar. Gosto de pensar que são manifestações de todo um enorme potencial ainda por descobrir. Que, a seu tempo, se saberá.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  16. gostei muito, poucas palavras ás vezes dizem tudo!

    beijos;*

    ResponderExcluir