quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Mas há quem diga..







Ainda é mistério. Mas há quem diga que ela gosta mesmo é de tempo bom, estrelas incontáveis e céu aberto. Fala quase tudo que pensa, e pensa quase tudo o que diz. Ela é muito mais do que qualquer palavra não dita. Aprecia verdades, certezas e pé no chão. Mas adora inventar novas histórias, dessas quase inconfessáveis. Ela fantasia, sonha e fantasia mais. Vive no mundo daqui e de lá.

Há quem diga que a sua personalidade é forte, que a teimosia é a sua melhor amiga, e que tédio é palavra que não combina com seu dicionário. Dizem por aí que ela tem um perfume que não se traduz, um olhar que confunde e um jeito que não se define. Parece que tem dias que ela acorda e olha pra vida como um faz-de-conta, rir que nem criança e permite ser meio tola e meio boba, só para não ter que levar tudo tão a sério. Tem coisas que ela sente por completo, vive por completo, por todos os poros, por todos os lados, que tira o fôlego, que vira explosão. Segredo. E é disso mesmo que ela gosta.

Há quem diga que ela faz tempestade num copo d’água, que é inquieta, é desassossego, e dá trabalho. É tudo, é nada, é nem aí. Ela é também o desejo de ficar à toa, de boa. Mas numa boa, ela não é só o que se vê. Ela se renova, se reinventa, não perde a essência. Faz das quedas um ponto de recomeço. Tem um passo que não desiste e uma liberdade que ninguém aprisiona. Como borboleta, ganha asas. Voa leve e solta, colorida. Livremente, cheia de vida. Pousa e repousa naquilo que tem cheirinho bom de descanso. Naquilo que faz seu coração sorrir e pedir pra ficar. Inventa e aprende um novo jeito de olhar adiante. Mais uma vez e sempre. Suspira e acredita.







Karine Melo.

19 comentários:

  1. Adorei o texto. Acho que conheço essa garota. rsrs

    Estou lhe seguindo...

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Karine,
    Mais uma vez escreveste um belissimo texto! Parabéns!
    Abração,
    Flávio Nunes.

    ResponderExcluir
  3. Olá Karine e ai tudo bem?
    Pareço qeu conheço uma menina assim kkkkkkkkkk
    Belo texto.

    Visita meu blog por favor?Tenho um novo poema
    RIMAS DO PRETO

    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  4. Oi Ká!
    Amei esse texto... Muito interessante... suave... puro *--*

    Beijo :P

    ResponderExcluir
  5. Nossa, me itenfiquei. Muito lindo :)

    ResponderExcluir
  6. Que lindo o post!

    Muito bom!

    Amei!

    bjinhod

    Nina

    ResponderExcluir
  7. Belíssimo texto, suas palavras fluem, tão simples, mas tão intensa, quanta delicadeza.
    Gostei muito.

    Te seguindo

    ResponderExcluir
  8. Não sei por que, mas adoro te ler.

    É meio asim sem explicação. Vai ver são as verdades que gritam no peito quando leio.

    =)
    Linda tem um selinho pra vc no meu blog, um presente pra ti.

    Beijos. . .

    ResponderExcluir
  9. Karine ,

    Tava com saudade de você , amiga
    que gosto muito ... :)


    Lindo texto , como sempre !!!



    BjO Grandeeeeeeeeeeeeeee ..........

    ResponderExcluir
  10. Hoje pensei na loucura das pessoas
    Numa criança que pede a ternura e um naco de pão
    Na fome de um abraço sem rosto
    Na ignorância largada ao meio do chão

    Imaginei o que será viver na ausência da razão
    Na procura do norte sem Sol e estrelas
    Porque é que Deus se distrai às vezes
    Porque teima em não querer vê-las?


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  11. Somos tantas coisas não é mesmo?
    Mulher é tudo isso mesmo, lago e maré braba.

    Adorei seu texto.
    beijos.

    ResponderExcluir
  12. Que texto lindo! Tão verdadeiro. Porque mulher é assim mesmo, cheia de coisa, de vontade, de detalhe :)

    Adorei! :*

    ResponderExcluir
  13. Várias coisas em uma só pessoa, todos somos assim, com qualidades e defeitos diferentes mas sempre vários em apenas um.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Ela deve ser tudo isso. Vezes 2. Vezes 4.
    É uma matemática simples com um resultado indefinido mas o processode fazer contas certamente é delicioso.

    Eu adoro as definições e as suas palavras são metódicas e bem encaixadas. Essa arrumação, o jeito milimétrico de fazer a literatura sobre você, me agrada.

    Poderia acrescentar mais linhas mas não existe necessidade de adoçar o que já está saboroso.

    ResponderExcluir
  15. "...ela tem um perfume que não se traduz, um olhar que confunde e um jeito que não se define."
    Seleccionei esta frase, mas poderia tê-lo feito com muitas outras, pois o texto é rico no seu conteúdo. Mas fi-lo porque gosto duma certa aura de mistério. E a Karine tem isso e muito mais.

    Beijo :)

    ResponderExcluir